Páginas

13 de janeiro de 2011

Aromas da memória

  Já aconteceu com você algum déja vu com algum aroma? De repente você sente aquele perfume...e lembra de algum fato ou de alguém sem nem saber por quê. Eu, dia desses estava picando um macinho de hortelã para adicionar a um molho e de repente lembrei de minha avó. Tentei puxar da memória por que aquele cheiro de hortelã fresca me trazia ela de volta, mas não consegui.
  Apelei então à minha mãe, que foi certeira: bolachinhas de nata. Me recordei então da cozinha grande, da senhora cuidadosa preparando a massa, do aroma quente vindo do forno e do capricho ao desenhar com um pequeno garfo ranhuras em cada bolacha, uma a uma. Aquele perfume de hortelã fresca trouxe saudades da infância, da família reunida, das férias de dias curtos e de outras tantas coisas boas.
 Para reavivar a memória resolvi fazer as tais bolachinhas, dessa vez com minhas filhas. Nicole tem 10 e Érica 8 anos: cozinha com sabor de aventura e diversão, sempre. Olha só o resultado...

 
  A receita não dá muito trabalho, e fica ótima após um cafezinho ou simplesmente para fechar os olhos e recordar...Aqui vai:

BOLACHINHAS DE NATA
 - 1 xícara de nata (naquele tempo, não existia o "longa vida", e sempre se fervia o leite; assim minha avó ia guardando a nata na geladeira - a receita era para não perder subprodutos! Hoje se pode comprar nata no supermercado)
 - 1 ovo
 - 1 xícara de açúcar
 - 2 colheres de sopa de manteiga
 - 1 colher de sobremesa de fermento em pó
 - 1 pitada de sal
 - 1 pacote de amido de milho (400g)
 - 1 ramo de hortelã fresca, picada (indispensável)
  Junte todos os ingredientes, amasse bem até ficar uniforme. Não manipule muito a massa, isso pode deixá-la além do ponto. Faça bolinhas. Leve em forma untada ao forno pré aquecido - temperatura bem baixa.
 Bom proveito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário