Páginas

18 de março de 2011

Vinagrete de Romã

   "Distraídos venceremos", escreveu Paulo Leminski. Acho que já citei isso por aqui, mas acontece tanto que a gente se distrai e não percebe.
   Minha batalha era no mercado municipal, à procura de pequi para uma receita de risoto que minha amiga Aline Tomaz postou em seu delicioso blog (aqui). Percorri várias bancas mas não encontrei. "Talvez na próxima semana", foi o mais perto que consegui chegar. Mas de repente um colorido um pouco diferente me chamou a atenção quando já ia embora, e dei um passo atrás: lindas e enormes romãs! Peguei, cheirei, fui longe no tempo e não resisti - comprei uma, já que o preço estava proibitivo e eu nem bem sabia o que faria com ela.
   A árvore da romã foi consagrada à deusa Afrodite, pois os gregos a associavam ao amor e à fecundidade. Já vi também uma simpatia de guardar algumas de suas sementes na carteira na virada do ano. Enfim, se é afrodisíaca mesmo não sei, mas acabei resolvendo fazer com ela um vinagrete (e olha que quem me conhece sabe que eu não sou muito de saladas, mas com um incentivo desses...).
   Você pode usar o vinagrete para temperar saladas, algumas carnes grelhadas e frutos do mar (hummm, acho que com um peixinho vai bem!).


VINAGRETE DE ROMÃ:
 (As quantidades dependem do tamanho da porção que se quer temperar)
 - 2 partes de azeite de oliva
 - 1 parte de vinagre de vinho branco (ou tinto)
 - 1 parte de sementes de romã
 - sal e pimenta do reino a gosto

   Nesse tipo de vinagrete você vai sentir os quatro sabores: salgado, doce, azedo e amargo, quase tudo ao mesmo tempo. É uma explosão. Por isso, para fazê-lo, os ingredientes devem ser misturados em pequenas doses, até obter o equilíbrio (principalmente o vinagre, cujo excesso é mais difícil corrigir). A fruta deve realçar o sabor e despertar o perfume, porém sem predominar.
   Você também pode utilizar outras frutas para dar um toque no seu vinagrete. Maracujá pode ser uma ótima opção. Meu vencedor até agora foi um de jabuticaba.

   Prepare com amor.
   Deguste em boa companhia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário