Páginas

20 de julho de 2011

Caldo de Piranha

   Quando me mudei para Curitiba, meu meio de locomoção era uma bicicleta. Ia a quase todos os lugares pedalando.
   Naquele ano, nasceu Lucas, filho do meu primo Fernando e de Priscila. Foi o ano de inverno mais rigoroso desde 10 anos até então. Mesmo assim, numa tarde de Julho, fui fazer-lhes uma visita, aproveitando que por aqui também andava o avô de Lucas e meu padrinho Wanderley.
   Entre muitas conversas e risadas na cozinha, meu padrinho preparou um Caldo de Piranha fantástico. Não sei quantos graus fez aquela noite; sei que foram bem poucos, talvez até negativos. Mas a conversa e o caldo esquentaram tanto que ainda assim voltei pra casa pedalando na madrugada. Foi um dos melhores passeios de bicicleta que já fiz.
   Segue a receita, para aquecer corações e barrigas.

CALDO DE PIRANHA:

  - 2 piranhas de tamanho médio (mais ou menos 1,5kg cada)
  - 3 colheres (sopa) de azeite de oliva
  - 1 cebola grande picada finamente
  - 1 pimentão verde picado finamente
  - 2 folhas de louro
  - 3 dentes de alho picados
  - 1 colher (chá) de açafrão
  - 3 unidades de pimenta malagueta picada, sem sementes
  - 400ml de leite de coco
  - 1 maço de manjericão picado
  - 1 ramo de salsinha picada
  - 1 talo de salsão picado
  - sal a gosto

   As piranhas devem estar sem escamas, sem as vísceras e sem os olhos. Divida-as ao meio e coloque para cozinhar (com a cabeça) com mais ou menos 2 litros de água e uma pitada de sal. Deixe ferver até que os espinhos se separem da carne. Coe o caldo e reserve.
   Numa panela grande, refogue a cebola e junte o pimentão. Acrescente o alho e o açafrão e deixe dourar. Junte o caldo de piranha e deixe cozinhar bem. Coloque as folhas de louro inteiras, a pimenta malagueta, o leite de coco e o manjericão e deixe cozinhar mais um pouco até ficar uniforme. Retire as folhas de louro e sirva em canecas, cobrindo com a salsinha picada.


   Prepare o coração. Deguste em boa companhia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário