Páginas

26 de julho de 2011

Quiche de Espinafre e queijo Roquefort

   A quiche é uma torta salgada com recheio à base de ovos e creme de leite, sem cobertura. Tradicional na culinária francesa, sua origem é também reivindicada pelos alemães ("kuchen" = torta). Por não ter cobertura, pode ser uma opção de refeição leve e prática.
   A receita de hoje é um tanto trabalhosa, mas o resultado vale a pena. A combinação da cebola ao vinho dá um bom equilíbrio com o espinafre e o creme de leite suaviza bem o roquefort. Fez sucesso aqui em casa.

QUICHE DE ESPINAFRE E ROQUEFORT:

  Para a massa:
  - 200g de farinha de trigo
  - 100g de manteiga
  - 1 ovo
  - 1 colher (chá) de sal
  - 2 colheres (chá) de água
  - um punhado de feijão
  - papel filme
  - papel manteiga

   Bata o ovo com um garfo e reserve. Numa tigela grande, peneire a farinha, junte o sal e a manteiga. Trabalhe a massa com as pontas dos dedos até que forme migalhas. Faça um buraco no meio e coloque o ovo e a água. Amasse até formar uma bola. Polvilhe uma superfície com farinha, e amasse a bola até ficar macia. Embrulhe em papel filme e leve à geladeira por 20 minutos.
   Numa superfície polvilhada com farinha, estenda a massa até formar um círculo de até 0,5cm de espessura. Coloque a massa numa forma de fundo removível untada com manteiga. Corte o papel manteiga no formato da forma, porém com dois dedos a mais de largura nas laterais; amasse o papel e estique-o depois sobre a massa na forma. Coloque sobre ele o punhado de feijão e leve ao forno previamente aquecido a 180 graus por 10 minutos, até que fique firme. Retire do forno, descarte o papel e os feijões e leve a massa novamente ao forno por 5 minutos até secar.

 Para o recheio:
  - 250g de espinafre
  - 200g de queijo Roquefort
  - 200g de creme de leite fresco
  - 4 ovos batidos
  - 4 cebolas médias, cortadas em rodelas finas
  - 50g de manteiga
  - 100ml de vinho tinto
  - 1 colher (chá) de açúcar
  - sal e pimenta a gosto

   Numa panela, aqueça um pouco de azeite de oliva e refogue a cebola. Junte o açúcar e deixe cozinhar até a cebola começar a caramelizar. Junte o vinho e cozinhe até evaporar. Adicione sal e pimenta a gosto. Reserve.
  Em outra panela, derreta a manteiga e frite o espinafre em fogo alto, até que fique seco - o espinafre úmido deixa a quiche ensopada. Tempere com sal e pimenta e corte em pedaços finos.
   Aqueça o creme de leite e junte o queijo dividido em pedaços, mexendo devagar até derreter e sem levantar fervura. Deixe esfriar e junte os ovos já batidos.
   Monte a quiche colocando sobre a massa as cebolas, os espinafres e em seguida o queijo derretido. Leve ao forno médio (180 graus) por 40 minutos; desligue e deixe no forno por mais 20 minutos. Sirva ainda quente.


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

20 de julho de 2011

Caldo de Piranha

   Quando me mudei para Curitiba, meu meio de locomoção era uma bicicleta. Ia a quase todos os lugares pedalando.
   Naquele ano, nasceu Lucas, filho do meu primo Fernando e de Priscila. Foi o ano de inverno mais rigoroso desde 10 anos até então. Mesmo assim, numa tarde de Julho, fui fazer-lhes uma visita, aproveitando que por aqui também andava o avô de Lucas e meu padrinho Wanderley.
   Entre muitas conversas e risadas na cozinha, meu padrinho preparou um Caldo de Piranha fantástico. Não sei quantos graus fez aquela noite; sei que foram bem poucos, talvez até negativos. Mas a conversa e o caldo esquentaram tanto que ainda assim voltei pra casa pedalando na madrugada. Foi um dos melhores passeios de bicicleta que já fiz.
   Segue a receita, para aquecer corações e barrigas.

CALDO DE PIRANHA:

  - 2 piranhas de tamanho médio (mais ou menos 1,5kg cada)
  - 3 colheres (sopa) de azeite de oliva
  - 1 cebola grande picada finamente
  - 1 pimentão verde picado finamente
  - 2 folhas de louro
  - 3 dentes de alho picados
  - 1 colher (chá) de açafrão
  - 3 unidades de pimenta malagueta picada, sem sementes
  - 400ml de leite de coco
  - 1 maço de manjericão picado
  - 1 ramo de salsinha picada
  - 1 talo de salsão picado
  - sal a gosto

   As piranhas devem estar sem escamas, sem as vísceras e sem os olhos. Divida-as ao meio e coloque para cozinhar (com a cabeça) com mais ou menos 2 litros de água e uma pitada de sal. Deixe ferver até que os espinhos se separem da carne. Coe o caldo e reserve.
   Numa panela grande, refogue a cebola e junte o pimentão. Acrescente o alho e o açafrão e deixe dourar. Junte o caldo de piranha e deixe cozinhar bem. Coloque as folhas de louro inteiras, a pimenta malagueta, o leite de coco e o manjericão e deixe cozinhar mais um pouco até ficar uniforme. Retire as folhas de louro e sirva em canecas, cobrindo com a salsinha picada.


   Prepare o coração. Deguste em boa companhia.

14 de julho de 2011

Torta leve de limão

   Seguindo a linha das receitas mais leves, aqui vai uma sobremesa muito fácil de fazer. Demanda certo tempo de geladeira, mas o resultado é ótimo. Também coloco ao lado os ingredientes para quem optar pela versão hard.

 TORTA DE LIMÃO:

  - 1 lata de leite condensado light (ou comum)
  - 1/2 pacote de bolacha integral  (100g) (ou biscoito tipo maisena)
  - 1/2 xícara de chá de iogurte desnatado (100ml) (ou creme de leite)
  - suco de 3 limões, raspas para decorar
  - 1 envelope de gelatina incolor sem sabor
  - 1/2 caixinha de creme de leite light (gelado) (ou comum)
  - 1/2 colher (sopa) de açúcar light (ou comum)
  - papel filme para forrar a forma

   Numa tigela, bata o creme de leite gelado com o açúcar até obter uma consistência de chantily. Reserve.
   Em outra tigela, misture o leite condensado, o iogurte desnatado e o suco de limão. Hidrate a gelatina com 4 colheres (sopa) de água e leve ao microondas por 15 segundos para dissolver, e acrescente à mistura, mexendo até incorporar.  Adicione o creme batido e misture até obter um creme homogêneo.
   Forre a forma (funda, do tipo para pães) com o papel filme. Coloque metade do creme e cubra com uma camada de bolacha integral, apertando um pouquinho para que as bolachas afundem na massa. Leve à geladeira por 2 horas. Cubra o restante da massa com papel filme e reserve em temperatura ambiente.
   Horas depois...retire a torta da geladeira e despeje sobre ela o restante da massa. Coloque mais uma camada de biscoitos, apertando levemente. Leve à geladeira por mais 6 horas.
   Para desenformar, vire a forma numa travessa e deixe por alguns segundos. Retire a forma e retire o papel filme. Polvilhe as fatias com raspas de limão e sirva.


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

11 de julho de 2011

Segurança na cozinha

   Você sabia que 9 em cada 10 acidentes com crianças acontecem em casa?
   Já que estamos em época de férias escolares, e agora as crianças podem passar um pouco mais de tempo em casa, aqui vão algumas dicas para evitar acidentes para elas e para você.

  PERTO DO FOGÃO:

  - deixe os cabos das panelas e frigideiras virados sempre para o interior do fogão, evitando assim que alguém esbarre;
  - não deixe bocas do fogão ligadas quando termina de cozinhar;
  - se seu fogão não for automático, acenda sempre o fósforo antes de abrir o gás;
  - ao ligar o forno, ponha-se sempre de lado e não em frente a ele;
  - quando cozinhar, use aventais e panos de tecidos naturais; evite os tecidos sintéticos e os aventais de plástico;
  - cuidado ao utilizar panelas de pressão; sempre verifique as recomendações do fabricante;
  - guarde bem os fósforos, pois as crianças não têm medo do fogo.


  NA PIA E NAS BANCADAS:

  - mantenha suas facas sempre afiadas; você vai "forçar" mais para tentar cortar com as facas cegas, aumentando o risco de escapar e causar cortes;
  - ao cortar, sempre "encolha" as pontas dos dedos da mão que estiver segurando aquilo que for cortar;
  - ao terminar de utilizar liquidificador, mixer, processador e outros, sempre retire da tomada, mesmo que vá utilizar novamente;
  - procure ter um escorredor para os talheres, daqueles que os deixam "em pé", e deixe-os escorrer sempre com as pontas (garfos e facas) para baixo; isso também pode valer para as colheres, para que ao recolher se evite colocar a mão na parte que depois vai à boca.

 COMO PROCEDER:

   Em caso de queimaduras, seja de proporções leves por apenas encostar o braço no forno ou um pouco mais sérias como água fervente, nunca recorra aos métodos caseiros como pasta de dente, clara de ovo, manteiga ou óleo de cozinha; deixe a área queimada sob água corrente da torneira, para diminuir a temperatura e interromper o processo de queimadura. Depois diso, caso a extensão da queimadura não seja muito grande, uma loção hidratante que tenha calmantes ativos pode aliviar bastante os sintomas. Evite expor a pele ao sol até que se recupere.
   Se a queimadura for um pouco mais grave e chegar a levantar bolhas, adote o mesmo procedimento colocando a área sob água corrente; se não for possível, faça compressas com água fria. Não use gelo nem água gelada. Não estoure as bolhas. Remova anéis, relógios e pulseiras antes que as áreas queimadas inchem. Também vale manter o braço levantado para evitar o inchaço. Depois de resfriar a pele, procure ajuda médica.


 Cuide com o coração. Desfrute de suas boas companhias.

6 de julho de 2011

Fritada de Abobrinha

   Uma receita prática e também leve, que já fizemos várias vezes aqui em casa e é sempre sucesso.

  FRITADA DE ABOBRINHA:

  - 25g de manteiga
  - 1 cebola pequena, cortada em cubos
  - 2 abobrinhas, descascadas e cortadas em cubos
  - 5 ovos
  - 1/2 maço de salsinha picada
  - um ramo de manjericão
  - 50g de parmesão ralado
  - sal e pimenta do reino a gosto

   Junte os ovos, a salsinha, o manjericão e o parmesão num recipiente e bata. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Reserve.
   Pré-aqueça o dourador do forno.
   Numa frigideira que possa ser depois levada ao forno, derreta a manteiga e refogue a cebola. Junte a abobrinha e refogue por mais alguns minutos, até ficar macia. Acrescente a mistura batida e frite em fogo baixo por 5 minutos, até que fique firme nas bordas da frigideira mas ainda úmida no meio. Retire do fogo.
   Leve a frigideira ao forno até que a fritada fique dourada. Sirva ainda quente.


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.