Páginas

31 de agosto de 2011

Hamburguer de Lentilhas

   Para quem anda buscando pratos mais saudáveis e leves, essa receita é fácil de preparar. Pede apenas a paciência do tempo de geladeira, mas o resultado é ótimo. Adaptada de Hilaire Walden.

HAMBURGUER DE LENTILHAS:

  - 250g de lentilhas
  - 2 cebolas picadas finamente
  - 2 cenouras picadas finamente
  - 2 dentes de alho picados finamente
  - 1 ramo de coentro picado finamente
  - 1 colher (chá) de cominho em pó
  - suco de 1/2 limão
  - farinha de trigo para empanar
  - sal e pimenta do reino a gosto

   Cozinhe as lentilhas em água, sem sal, por 30 minutos ou até que fiquem macias. Escorra bem e deixe esfriar.
   Numa panela, refogue a cebola, a cenoura e o alho até dourar. Acrescente as lentilhas, o coentro, o cominho e o suco de limão e cozinhe por mais 5 minutos. Desligue o fogo e passe a mistura no espremedor de batatas ou no processador, até obter uma pasta.
   Polvilhe as mãos com farinha e monte os hambúrgueres, com pouco mais de 1cm de espessura. Empane na farinha, guarde numa forma que possa tampar leve à geladeira por 2 horas (se possível, de um dia para outro) para firmar a massa.
   Asse os hambúrgueres em forno médio (200 graus) por 10 minutos, virando na metade do tempo.


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

 

25 de agosto de 2011

Risoto de Peras ao Vinho e Frango Defumado

   Eu sou fã de risotos - acho que o "eu sou fã" está virando mote nesse blog...
   De qualquer forma, essa combinação pode agradar a muita gente, e esse risoto é rápido e fácil de fazer.


 RISOTO DE PERAS AO VINHO E FRANGO DEFUMADO:

  - 300g de arroz arbóreo
  - 60ml de vinho branco seco
  - 1 litro de caldo de galinha
  - 1/2 cebola grande, picada finamente
  - 1 colher (sopa) de manteiga sem sal
  - 20g de queijo parmesão ralado
  - 4 colheres (sopa) de azeite
  - 200g de frango defumado
  - 2 peras
  - 200 ml de vinho tinto seco

   Descasque as peras, retire os miolos, corte em cubos pequenos e deixe de molho no vinho tinto.
   Desfie o frango defumado e reserve.
   Numa panela, ferva o caldo de galinha e mantenha aquecido.
   Enquanto isso, aqueça o azeite e refogue a cebola. Acrescente o arroz, misture bem até que todos os grãos fiquem sequinhos e besuntados. Acrescente o vinho branco, misture e deixe cozinhar até o líquido secar.
   Acrescente metade do caldo de galinha e vá adicionando uma concha de caldo por vez, à medida que for secando, mexendo devagar até que o arroz fique al dente - pode ser que não utilize todo o caldo. Acrescente o frango defumado desfiado e mexa devagar. Verifique e corrija o sal se necessário.
   Desligue o fogo e acrescente as peras, com muito cuidado para não desmanchá-las. Acrescente a manteiga e o parmesão ralado. Sirva ainda quente.



   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.



  
  

18 de agosto de 2011

Sopa Eslava

   Pensei que o frio havia definitivamente se despedido por esse ano. Ledo engano. Não me acostumo...
   Então para esquentar as noites frias que estão novamente se anunciando para os próximos dias, a Sopa Eslava é uma ótima dica. Ela é típica da culinária polonesa, e ganhou bastante popularidade aqui em Curitiba; não sei se é tão conhecida em outros estados, mas posso afirmar que vale a pena experimentar.

   SOPA ESLAVA:

  - 200g de carne (patinho ou coxão mole) cortada em tiras pequenas
  - 1 kg de batata
  - 1 cebola media picada finamente
  - 1 dente de alho picado finamente
  - 2 colheres de sopa de molho inglês
  - 4 colheres de sopa de catchup
  - 1 lata de creme de leite
  - 1 tablete de caldo de carne
  - 1 colher (chá) de páprica
  - azeite de oliva para refogar
  - sal e pimenta do reino a gosto
  - salsinha picada ou cebolinha picada para decoração
  - queijo parmesão ralado para acompanhar

   Dissolva o tablete de caldo de carne em 1/2 litro de água fervente e reserve, mantendo aquecido.
   Descasque e corte as batatas em cubos médios e cozinhe com água e sal. Quando estiverem quase desmanchando, separe aproximadamente 1/3 para a sopa e bata o restante no liquidificador com 0,5 litro da água do cozimento.
   Refogue a cebola  e o alho e junte a carne picada, deixando fritar até dourar. Acrescente o caldo de carne, o catchup, o molho inglês e a páprica. Deixe ferver por 5 minutos. Acrescente as batatas em cubo e as do liquidificador e deixe ferver novamente. Verifique o sal, corrigindo se necessário e desligue o fogo. Por fim, acrescente o creme de leite e mexa suavemente até incorporar. Sirva ainda quente, salpicando com a salsinha ou cebolinha para decorar.


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.


11 de agosto de 2011

Sobremesa fácil para o Dia dos Pais

   Tá bom. É Dia dos Pais e você não está nem um pouco a fim de ter trabalho na cozinha; vai apelar mesmo para o churrascão. Tudo bem. Mas você pode caprichar na sobremesa de seu velho com pouquíssimo esforço.
   E esse post vai ser curto e rápido, pois não tem sobremesa mais fácil de preparar que essa. Provei em Buenos Aires há muito tempo e me rendi: é ótima para um dia de calor e muito refrescante após uma refeição pesada.

  SORVETE DE LIMÃO COM ESPUMANTE:

  Para cada porção:
  - 1 bola de sorvete de limão
  - 1 dose de espumante

  
   Numa taça de sobremesa, coloque a bola de sorvete de limão e em seguida a dose de espumante. Sirva imediatamente.

   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

10 de agosto de 2011

Papaia em calda de pimenta

   Tem muita gente que não gosta de misturar doces em pratos salgados nem de apimentar os doces. Mas uma combinação dessas pode destacar um sabor que às vezes não se conhece por inteiro. Sempre vale a pena tentar.
   Essa receita eu vou fazer para o meu pai, que é fã de pimenta até debaixo d'água. Depois eu conto o resultado e complemento com a foto.

   PAPAIA COM CALDA DE PIMENTA:

  - 2 papaias maduros
  - suco de 2 limões
  - tiras das cascas dos limões
  - 1 pimenta dedo-de-moça, sem sementes, cortada em tiras finas
  - 100g de açúcar mascavo
  - 200ml de água


   Numa panela, coloque a água, o açúcar e a pimenta, misture bem e deixe ferver. Reduza o fogo e deixe por mais 5 minutos, até obter a consistência de calda. Desligue o fogo e junte o suco de limão e as tiras das cascas.
   Corte os papaias em fatias e pincele com um pouco da calda. Leve ao forno pré-aquecido a 200 graus por 5 minutos ou até que fiquem caramelizados. Sirva cobrindo com o restante da calda.


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

9 de agosto de 2011

Peras com chocolate

   Essa sobremesa é bem fácil de preparar, e também fácil de agradar.

   PERAS COM CALDA DE CHOCOLATE:

  - 4 peras maduras, mas bem firmes
  - 80g de manteiga
  - 50g de chocolate em pó
  - 150ml de água fervente


   Pré aqueça o forno a 200 graus. Corte as peras em 4 fatias e retire o miolo. Asse por 10 minutos, virando-as na metade do tempo.
   Prepare a calda: numa panela, junte a manteiga e o chocolate e vá mexendo. Depois de misturar bem, vá acrescentando água (quente) aos poucos, até obter a consistência que mais lhe agradar - quando esfria, essa calda forma uma fina crosta e fica macia por dentro; com mais água, ficará mais mole. Pode-se também acrescentar leite.
   Sirva as peras ainda quentes com a calda quente por cima.


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

8 de agosto de 2011

Javali ao Damasco

   A carne de javali era a predileta dos europeus no passado. No Brasil, tem ganhado apreciadores e seu consumo vem crescendo ano a ano, mas não a ponto de se popularizar. Um dos impedimentos é que a abertura de novos criadouros está impedida pelo IBAMA desde 1998.
   Classificada como carne exótica, a carne de javali tem um sabor delicado. Comparada à carne bovina, tem 5 vezes menos gordura, mais proteínas, e quase zero de colesterol. Vale a pena provar.

  JAVALI AO DAMASCO:

  - 4 filés de lombo de javali
  - 3 colheres (sopa) de geléia de damasco
  - 1 colher (sopa) de mostarda Dijon
  - 2 colheres (chá) de molho inglês
  - sal e pimenta do reino a gosto

   Retire o excesso de gordura dos filés, deixando um pouco para manter a suculência da carne. No restante da gordura, faça talhos formando um xadrêz.
   Aqueça ligeiramente a geléia de damasco. Numa tigela, misture a mostarda e o molho inglês, acrescentando depois a geléia. Espalhe essa mistura nos filés.
   Pré aqueça o forno a 250 graus. Numa forma untada, asse os filés por aproximadamente 10 minutos, virando na metade do tempo.


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

6 de agosto de 2011

Steak Tartare

   Acho que ao escrever esses posts do Dia dos Pais, estou comprovando a teoria de que somos essencialmente carnívoros. Antes mesmo de começar esse aqui, já estava salivando...
   O Steak Tartare é uma carne crua, que pode ser mignon ou patinho, picada finamente ou moída, misturada com temperos, mostarda e alcaparras. Vai muito bem como entrada ou como petisco, acompanhada de cerveja ou vinho. Importante é estar bem temperada e bem fresca.
   Em Curitiba, esse preparo servido sobre uma fatia de pão preto e coberta (muito coberta) com cebolinha é também conhecida como "carne de onça". Veja qual o estilo de seu pai e adapte a receita.

 STEAK TARTARE:

  - 150 g de filé mignon, moído ou finamente picado
  - pimenta do reino moída na hora
  - 1 colher (sobremesa) de cebola ralada
  - 1 colher (sobremesa) de mostarda Dijon
  - 1 colher (chá) de alcaparras
  - 1 colher (chá) de cebolinha picada
  - 1 colher (sopa) de azeite de oliva
  - suco de 1 limão


   Deixe a carne já picada ou moída na geladeira. Numa vasilha, misture todos os ingredientes. Acrescente a carne e misture delicadamente. Se tiver um aro para montar a porção, faça uma bola, coloque no aro e sirva, decorando com um pouco de alcaparras, azeite de oliva e mostarda; se não tiver o aro, faça uma bola com a carne, coloque sobre um prato e aperte com o fundo de uma colher, formando uma circunferência; decore com alcaparras, azeite de oliva e mostarda.



   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

5 de agosto de 2011

Dia dos Pais: Mignon recheado com Shiitake

   Continuando na linha carnívora, esse mignon recheado vai deixar os papais muito orgulhosos. O preparo é um pouco mais trabalhoso, mas o resultado vale a pena.

  MIGNON RECHEADO COM SHIITAKE:

  - parte central de uma peça de filé mignon limpa (aprox. 750g)
  - 2 dentes de alho picados finamente
  - 200g de shiitake em fatias finas
  - 100g de queijo parmesão ralado
  - 1 ramo pequeno de manjericão
  - 1/2 xícara de vinho branco seco
  - sal e pimenta do reino a gosto
  - azeite de oliva


   Numa frigideira, refogue o alho e junte o shiitake. Tempere com um pouco de sal e deixe cozinhar em fogo baixo por mais ou menos 10 minutos até que fique macio e dourado. Reserve.
   Abra o filé mignon no sentido do comprimento, procurando obter uma manta de forma retangular, como um grande bife. Bata (pouco) com um batedor para que a espessura fique regular. Tempere os dois lados com sal e pimenta e regue com um pouco de azeite. Espalhe por cima o queijo parmesão, as folhas de manjericão e os cogumelos. Enrole a carne formando um rocambole e amarre firmemente com um barbante. Reserve.
   Aqueça o forno a 200 graus. Numa frigideira que possa ir ao forno, coloque um fio de azeite de oliva e doure todos os lados do rolo de mignon. Leve ao forno e deixe assar por 30 minutos. Retire do forno e deixe descansar numa assadeira por 5 minutos antes de cortar. Enquanto isso, coloque o vinho branco na frigideira e raspe com uma colher para incorporar a crosta que se formou. Fatie a carne e sirva com o líquido.




   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

4 de agosto de 2011

Trança de Mignon e Presunto Parma

Uma ótima combinação, essa Trança de Mignon e Presunto Parma é fácil de fazer, principalmente para as mulheres, que devem ter alguma prática com tranças.


   TRANÇA DE MIGNON E PRESUNTO PARMA:

  - 4 bifes de filé mignon não muito grossos
  - 4 fatias de presunto Parma não muito finas
  - 2 ramos de alecrim
  - 2 ramos de manjericão
  - azeite de oliva
  - 8 pedaços de barbante (mais ou menos 10cm cada)

   Corte os bifes de mignon em três tiras cada. Repita o processo com as fatias de presunto Parma, procurando fazer com que as tiras fiquem um pouco mais estreitas que as dos bifes. Coloque as tiras de presunto sobre as tiras de mignon e salpique com folhas de manjericão e folhinhas de alecrim. Monte a trança: numa das pontas, sobreponha as 3 tiras de mignon e presunto, abrindo um pouco o espaço entre as tiras; mova a tira que está mais abaixo para o centro, e em seguida mova para o meio a tira que estava por cima; repita a operação, sempre levando para o centro as tiras mais "de fora", alternadamente, até que a trança esteja completa. Amarre bem firme as pontas com os pedaços de barbante. Repita o processo para os demais bifes.
   Aqueça o forno a 200 graus. Regue o fundo de uma assadeira com azeite de oliva e leve as tranças para assar por 15 minutos. Desfaça os nós dos barbantes e sirva em seguida.



video


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.

3 de agosto de 2011

Dia dos pais: Costeletas de Cordeiro

   Perguntei a alguns amigos e amigas algumas ideias de pratos para o Dia dos Pais. Resposta quase unânime: churrasco. Conclusão fácil: pai é essencialmente uma criatura carnívora.
   Para mim, churrasco é como escova de dentes - cada um tem a sua. Milhares de maneiras de acender o fogo, de cortar e temperar a carne, de preparar. E esse não pretende ser um blog de churrasco. Mas a partir da conclusão de que nós, pais, somos carnívoros, vou concentrar esse especial em carnes, começando com Costeletas de Cordeiro.
   As costeletas são a divisão do carré de cordeiro. O carré é a parte da costela que fica entre o pescoço e o lombo, muito macia e saborosa. É um corte tipicamente francês em que parte dos ossinhos ficam limpos. Essa receita com crosta de mostarda vai deixar muitos pais babando.


  COSTELETAS DE CORDEIRO:
 
  - 6 costeletas de cordeiro
  - 4 colheres de sopa de mostarda Dijon
  - 4 dentes de alho, picados finamente
  - 1 ramo de salsinha picada
  - 100g de queijo parmesão ralado
  - 4 fatias de pão de forma, sem as cascas
  - azeite de oliva
  - sal e pimenta do reino a gosto

   Tempere as costeletas com sal e pimenta do reino e reserve.
   Numa vasilha, passe as fatias de pão numa peneira grossa, obtendo uma farinha. Junte o alho, a salsinha, o queijo parmesão e a mostarda Dijon. Acrescente um pouco de azeite e misture, corrigindo até que a mistura fique bem úmida. Corrija o sal e a pimenta e acrescente mais mostarda caso ache necessário (é o sabor que deve prevalecer).
   Deixe o forno aquecendo a mais ou menos 200 graus. No fogão, coloque um pouco de azeite numa frigideira e doure rapidamente os dois lados das costeletas. Leve em seguida ao forno por 20 minutos, virando-as na metade do tempo. Cubra as costeletas com uma camada de crosta e deixe no forno por mais 3 minutos ou até que a crosta fique dourada. Sirva ainda quente.



   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.