Páginas

22 de fevereiro de 2012

Um Bauru para contar histórias

   Ele se chama Bauru, mas foi inventado em São Paulo, no bom e velho Ponto Chic. O sanduiche recebeu o apelido do cliente que o criou, Casemiro Pinto Neto, que era conhecido pelo apelido de "Bauru", sua terra natal. O sanduba se popularizou e ganhou inúmeras versões; mas tem site oficial e até certificação, acredite.
   Eu em minha época de final de faculdade, frequentei muito o Ponto Chic das Perdizes, onde o Bauru era regado a muita cerveja e conversa boa com meu amigo Pira - sim, piracicabano, mas que não batizou nenhum sanduba. Essas noites ou tardes renderiam muitas histórias - quem sabe ficam para um outro livro.
   Mas essa lenga-lenga toda é porque nessa semana eu vou fazer um curso de produção de cervejas artesanais, e fiquei pensando num bom acompanhamento cervejeiro para rechear o blog antes de postar os resultados do curso. Vem mais novidade boa por aí!
   A inspiração do Bauru veio bem mais cedo, quando a Patricia visitou a cidade que ganhou o nome mas não foi o berço. Se depois de todos os links, você ainda precisar da receita do Bauru, aqui vai:

  BAURU, o bom e velho sanduba:

  - 1 pão francês
  - 6 fatias de rosbife
  - 1/2 tomate, cortado em rodelas
  - mais ou menos 100g de queijo mozzarela, num único pedaço
  - rodelas de picles

   Numa panela, coloque um pouco de água para esquentar.
   Corte o pão francês ao meio, no sentido do comprimento, abra e retire o miolo.
   Numa das metades, disponha as fatias de rosbife, os tomates e o picles, nessa ordem.
   Coloque o pedaço de queijo na água quente, sem deixar ferver. Segure com uma escumadeira, para não deixar desmanchar. Quando estiver derretendo, retire, deixando escorrer o excesso de água, e coloque na outra metade do pão.
   Feche o pão e aproveite.
   Na foto o Bauru que eu fiz para acompanhar a cerva de hoje.


  

   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.


14 de fevereiro de 2012

Bolinho de Chuva

   Para o dia de hoje, nada poderia ser mais sugestivo, não é mesmo? Greve de ônibus, chuva forte logo cedo, e as centrais de taxi sem atender. Não conseguiu sair de casa? Então aproveite, faça esse rápido e fácil Bolinho de Chuva. Depois, deleite-se: busque na internet um episódio antigo do Sítio do Picapau Amarelo (que tal o Cupido Maluco? já que alguns hoje estão comemorando São Valentim...), onde a Tia Nastácia sempre preparava os bolinhos para as crianças.

BOLINHOS DE CHUVA:

  - 2 ovos
  - 2 colheres (sopa) de açúcar
  - 1 xícara (chá) de leite
  - 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  - 1 colher (sopa) de fermento em pó
  - açúcar e canela em pó para polvilhar
  - óleo para fritar
 

   Misture todos os ingredientes, utilizando apenas metade da farinha. Vá juntando o restante da farinha aos poucos, até obter uma massa consistente.
   Para fritar, coloque colheradas da massa em óleo bem quente, deixando fritar por igual. Escorra em papel toalha, polvilhe com açúcar e canela e sirva.


   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.


11 de fevereiro de 2012

Farofinha do Frozen Yogurt

   Como prometido, segue a receita de farofa doce para acompanhar o Frozen Yogurt, que postei aqui. A farofa é rápida e prática, e também pode completar sorvetes e outras sobremesas.

   FAROFA DOCE:

  - 3 bolachas maizena
  - 1 colher (sopa) de açúcar, bem cheia
  - 2 colheres (sopa) de pistache, sem casca (ou amendorim torrado, para ficar mais barato)
  - 2 colheres (sopa) de castanha de caju torrada
  - 3 colheres (sopa) de leite em pó
  - 3 colheres (sopa) de farinha láctea

   Triture todos os ingredientes, em separado.
   Numa vasilha bem seca, adicione todos os ingredientes, misturando bem.
   Guarde num pote seco, protegido da umidade - ou em vários potes, para que a mistura não perca a crocância.

8 de fevereiro de 2012

Frozen Yogurt Caseiro

   Com o calor que anda fazendo ultimamente, e com as calorias da passagem de ano ainda acumuladas, o frescor e leveza calórica do frozen yogurt são uma ótima opção.
   Aqui vai uma receira caseira, que não fica com a mesma consistência dos frozens das lojas especializadas, mas tem um sabor muito suave, que combinado com geleia de frutas e farofa doce, fica fantástica.
   Eu cobri com uma geleia de jaboticaba que fiz no início do ano. Você pode adicionar uma geleia light para diminuir o teor calórico. A receita da farofa segue logo depois.


  FROZEN YOGURT CASEIRO:

  - 4 copos (de 200ml) de iogurte natural (desnatado, para ficar light)
  - 1 envelope de gelatina sem sabor
  - 2 claras em neve
  - 150g de açúcar (adoçante, para ficar light)

   Bata as claras em neve e reserve.
   Hidrate a gelatina sem sabor de acordo com as instruções do fabricante.
   Bata o iogurte e o açúcar até ficar uniforme. Junte a gelatina sem sabor hidratada e dissolvida e bata novamente, até ficar  consistente. Junte as claras em neve, misturando devagar até incorporar.
   Coloque numa tigela, cubra com papel filme e leve ao freezer por 2 horas.
   Retire e bata novamente até obter uma consistência cremosa - isso é para evitar que se formem aqueles cristais de congelamento. Deixe no congelador por até 30 minutos antes de servir.
   Cubra com geleia, farofa ou a cobertura de sua preferência e sirva bem gelado.


  

   Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.


   (A receita da farofa para a cobertura vai na sequência)

1 de fevereiro de 2012

Picanha ao molho picante de Pera

   O nome do prato parece até um trava-línguas, mas depois de comê-lo, você vai é querer mais. Muito mais.


  PICANHA AO MOLHO PICANTE DE PERA:

  - 2 fatias de picanha
  - 2 peras grandes, maduras, sem casca, cortadas em cubos
  - suco de 1 limão, e raspas da casca (sem a parte branca)
  - 6 colheres (sopa) de vinagre de arroz
  - 1 colher (sopa) de açúcar
  - 50g de gengibre fresco, bem picado
  - 3 talos de cebolinha picados
  - 1 pimenta malagueta, sem sementes, bem picada
  - 2 colheres (sopa) de hortelã picada

   Numa panela pequena, ferva o vinagre de arroz juntamente com o açúcar e o gengibre fresco. Deixe apurar por 2 minutos e deixe esfriar.
   Acrescente o suco e as raspas de limão e os demais ingredientes. Mexa suavemente. Cubra e leve à geladeira por 1 hora.
   Grelhe as fatias de picanha no ponto desejado. Cubra com o molho e sirva.




    Prepare com o coração. Deguste em boa companhia.