Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

Bate-e-volta ao Chile 1: Nómade IPA

Imagem
Essa semana estive no Chile, numa (muito) breve viagem a turismo. Infelizmente não consegui visitar nenhuma cervejaria artesanal local - apesar de diversos e-mails enviados, todos sem resposta. Visitei uma vinha e aprendi um pequeno ditado do país: "Si vino a Chile y no tomaste vino, a qué vino?". Faz todo o sentido. Sim, tomei bastante vinho também.
  Respondido ou não, sempre procuro beber alguma cerveja local ou conhecer alguma cervejaria. Na busca de última hora, acabei encontrando uma lojinha com 2 pequenos armários: um com cervejas chilenas e outo com belgas; e só. Não encontrei ali nenhum dos rótulos que havia pesquisado antes da viagem, mas li quase todos com muito cuidado para fazer minhas escolhas, e trouxe na mala algumas medalhistas.
  A primeira da série a provar foi a Nómade IPA. Ganhadora de medalha de Ouro em seu estilo na Copa America das Cervejas de 2012, que foi realizada no Chile. Também ganhou a medalha de ouro como Melhor Cervejaria Artesanal do Chile e…

Tupiniquim Monjolo Imperial Porter

Imagem
No post anterior, escrevi sobra a breja colaborativa entre as cervejarias Tupiniquim (RS), Colorado (SP) e Nøgne Ø (Noruega), a sensacional "O Grande Encontro" - uma deliciosa Quadrupel.
  Com os acontecimentos cervejeiros da semana, nada mais justo do que repetir a dose de Tupiniquim: ela foi eleita a Melhor Cervejaria do Brasil de 2015! no Festival Brasileiro da Cerveja que está acontecendo em Blumenau/SC. Ela já havia caído nas graças do público cervejeiro desde sua fundação (2013), venceu como  Melhor Cervejaria da América do Sul no South Beer Cup de 2014, e agora levou pra casa 15 medalhas no Festival (6 ouros, 5 pratas e 4 bronzes). Vale comentar que a Colorado, ícone das cervejas artesanais brasileiras levou também 4 ouros para casa, mantendo sua tradição de ponta.
  O concurso contou com 874 rótulos inscritos divididos em 117 diferentes estilos de cerveja. Foi mais que o dobro do ano anterior, em número de rótulos. O anúncio foi feito ontem, e - coincidência ou não - h…

O Grande Encontro - Tupiniquim / Colorado / Nøgne Ø

Imagem
O nome dessa cerveja - assim como o resultado dela - é uma síntese do mercado de cervejas artesanais: encontro, colaboração, competência, amizade.
  A Quadrupel "O Grande Encontro" é uma produção colaborativa entre as cervejarias Tupiniquim (RS), Colorado (SP) e Nøgne Ø (Noruega). Isso mesmo: cervejeiros de dois estados do Brasil juntamente com um da Noruega produzindo uma excelente breja para nós. Como escrevi ali no início, entre os cervejeiros artesanais não existe essa onda de concorrência - um entra na fábrica do outro, trocam receitas, experiências, buscam o melhor para os consumidores da boa cerveja. Sem mimimi sobre competição, segredo industrial ou afins,elas não brigam entre si por espaços nas prateleiras ou nos corredores dos mercados, mas lutam juntas para que nós consumidores possamos beber melhor.
   A Nøgne Ø é uma cervejaria Norueguesa, fundada em 2002 e cujo nome pode ser traduzido como Ilha Nua, e foi escolhido de um poema clássico do século XIX daquele paí…